Rua Fernando Pessoa, 468 - Vila Giglio, Atibaia - SP, 12946-240

Telefone: (11) 4402-1442 - E-mail: educacaoestrelasguia@gmail.com

  • Escola Estrelas Guia
  • Instagram Social Icon

Pedagogia Waldorf

Antroposofia - Pedagogia Waldorf

        Antroposofia significa “sabedoria a respeito do homem” e estuda a natureza do homem e sua relação com o universo. Aplica-se na prática em vários âmbitos da vida: Medicina, Pedagogia Waldorf, Agricultura Biodinâmica, Arquitetura, Consultoria Empresarial, Artes e Terapia artística, Fonoaudiologia, Psicologia, Farmácia, Assistência Social e Literatura em geral. Elaborou formas de conhecimentos, que, apesar de não dispensarem a postura cientifica e não dogmática do homem moderno, permitem que o conhecimento extrapole a esfera de fenômenos materiais e quantificáveis. Explica-se, nesta visão, que o homem tem uma existência material e transitória, para que possa desenvolver sua identidade espiritual própria e autônoma. Como o homem não nasce pronto, com suas aptidões todas desenvolvidas, ele tem que ser conduzido pelo processo educativo para encontrar-se a si mesmo. O processo pedagógico consiste então em proporcionar, através do ensino, o amadurecimento da criança para que ela possa definir a sua própria vida. O currículo deve seguir as necessidades evolutivas do próprio ser humano, preparando-o para ser ele mesmo. O aluno deve aprender que está no mundo, não para se submeter ao que já existe, mas para tornar possível e criar o que ainda não existe, mas numa concepção mais espiritualista, mais completa, mais solidária. Para Steiner, a cultura da humanidade só pode evoluir sadiamente se surgir da criação livre de indivíduos. E a educação só pode formar seres livres e criativos se ela puder responder às necessidades intrínsecas do Homem, em condições totalmente independentes de interesses imediatistas de um outro setor da sociedade.

 

Pedagogia Waldorf

 

       A Pedagogia Waldorf foi introduzida por Rudolf Steiner em 1919, em Stuttgart, Alemanha, inicialmente em uma escola para os filhos dos operários da fábrica de cigarros Waldorf-Astória (daí seu nome), a pedido deles. "O que nós desejamos alcançar”, falou Steiner no livro da Antropologia do Homem, “será somente alcançado quando algum dia, a humanidade estiver tão desenvolvida que até mesmo os pais irão entender que os primeiros anos da educação colocam uma tarefa especial para a humanidade de hoje”. A pedagogia que tem sua base no próprio ser humano, liberta, pois abre sua mente, suas aspirações, visando, um futuro mais em harmonia com seus semelhantes, com a natureza, com o meio ambiente, e portanto, com si próprio. Ela ensina desenvolvendo e exercitando habilidades, e não só incultando informações.

       Perceber a tarefa que temos como educadores de almas é nossa principal tarefa.

   A Pedagogia Waldorf possui sua visão holística, integrada e multidimensional do ser humano. Por isso a prática pedagógica antroposófica busca a integração entre o corpo, alma e espírito promovendo um desenvolvimento saudável do ser humano.

       A pedagogia se fundamenta nos princípios da evolução do ser humano. Por isso as fases da vida são divididas em setênios, onde no futuro, o adulto conquista o posicionar-se na terra com seu querer, sentir e pensar.

       No primeiro setênio – a criança vive em total confiança e admiração em relação ao adulto. Desenvolve o querer, aprende por imitação do que o adulto faz, sente e pensa. O mundo neste período deve ser mostrado através da bondade.

       No segundo setênio – A criança manifesta a disposição de veneração e amor pela autoridade que procura no adulto. Desenvolve ao máximo o sentir e aprende por imagens e valores no relacionamento entre autoridade e discípulo. O mundo neste período deve ser belo para a criança.

   No terceiro setênio - o adolescente manifesta o amor pela verdade, quer assumir a responsabilidade. Desenvolve o pensar pelo raciocínio próprio, a lógica. É guiado por quem sabe transmitir conhecimentos objetivamente.